Com pimenta não tem meio termo; as pessoas amam ou odeiam. Dentre vários existentes, gênero Capsicum contém um alcalóide chamado Capsaicina, responsável pela pungência das pimentas. A esta família pertencem as pimentas vermelhas como a dedo-de-moça, malagueta e até o pimentão.

Considerada ‘veneno’ por uns, pesquisas indicam inúmeros benefícios no consumo de pimenta.

A Capsaicina é antiinflamatória. vasodilatadora, portanto ajuda no alívio de dores de cabeça e enxaqueca, além de favorecer a redução de coágulos no sangue, agindo como uma aspirina natural; atua como cicatrizante de feridas, antioxidante, é rica em flavonóides, previne a arteriosclerose, controla o colesterol, evita hemorragias. Há quem diga mesmo que a pimenta ajuda a reduzir os riscos de cancêr.
Quando comemos pimenta, o cérebro interpreta que a língua está pegando fogo e libera endorfinas, responsável pela sensação de prazer e eleva o humor!

Rica em vitaminas: A, B1, B2, C (seis vezes mais vitamina “C” do que a laranja), E e niacina (B3), e baixíssimo índice de gordura.

Digo mais: na minha opinião, VICIA!!

About these ads