O feriadão está aí, minha gente! Que tal começar a produzir os petiscos pro período?

Baba Ganoush é a melhor maneira de consumir berinjela, na minha opinião! Esqueça berinjela alho e óleo, à milanesa, de qualquer maneira.

Não sou só eu que penso assim não! A Sandra (oi Sandra!) , minha amiga e colega de FAE e de boteco, também adora e pediu a receita!

E um prato de origem árabe, que leva basicamente berinjela assada ou grelhada e tahine, uma pasta de gergelim.

Vamos aos fatos:

02 berinjelas maduras mas firmes, bem furadinhas, vão por cerca de 45 minutos para o forno junto com 06 dentinhos de alho – não se assute, porque assado, o alho fica bem mais suave! Preste atenção depois de uns 20 minutos, porque o alho deve ficar bem macio, e não torrado. Se já estiver macio, tire o alho do forno e deixe a berinjela cumprir o seu tempo.

Pois bem, tudo devidamente assado e esfriado, porque ninguém quer queimar o dedo, abra os dentinhos de alho, e os esprema num prato. Abra as berinjelas e com a ajuda de uma colher, raspe a poupa.

Adicione uma colher de sopa de tahine, mais o suco de meio limão, azeite de oliva, sal à gosto e pimenta. Geralmente eu uso pimenta calabresa, mas deste vez usei pimenta do reino.

baba ganoush

Poso, duas berinjelas rende pouco, menos de um prato fundo. Faça pelo menos duas, senão não justifica o tempo do forno.

Sirva com pão sírio, crostata (casquinha de pizza), com bolacha salgada, com torrada… e para quem é do vinho, vinho, quem é de cerveja, cerveja! Até quem não gosta de berinjela gosta!

Anúncios