isca de carne oriental

Pessoas que cozinham diariamente – ou quase – volta e meia se deparam com um dilema: O que cozinharei hoje?

Esse foi um prato, se é que se pode chamar assim, num dia de tentar inovar, e aproveitar alguns legumes já quase no bico do corvo.

Acho que essa carne iria muito bem como um macarrão tipo lámen – vulgo miojão – para fazer as vezes de yakissoba mequetrefe. Mas a Efigênia e as minhas próprias bichas queriam arroz branco, e assim foi.

Numa panela, refogar as iscas de carne, no caso fraldinha, num fio de azeite, com alho e cebola. Adicionar o shoyo. Aí que rola aquele molhinho bom, com cara de comida chinesa.

Importante tomar cuidado com o sal, pois o shoyo já é bem salgado. Quando estava quase pronto, adicionei cenoura, brófolis brócolis, couve flor e pimenta biquinho grosseiramente picada.

Os legumes devem ficar bem firmes, para dar uma crocância ao prato.