Eu poderia ter dito “me esquentar nesta noite fria”  – mas não teria sido tão dramático!!

Enquanto as demais pessoas estão por aí, pelo mundo, na aula (oi pessoal!), eu estou aqui, em casa espirrando e tossindo. E não, não é gripe A, o médico descartou a hipótese.

O que poderia me curar, além de amor e das boletas senão uma canja bem quentinha?

canja

Aí Vocês podem dizer: mas Fernanda, o caldo da minha canja não fica assim corado, fica branquinho…

Sabe o que é que é? Tem que refogar as cousas antes de por o caldo, babe.

Vamos lá:

Refogue na panela bem quente: alho e cebola picados e o peito de frango em cubinhos, com um fio de azeite. Mas refoga bem, deixa o frango quaaase queimar. Agora junte a cenoura picada. Sim, refoga também a cenoura.

Só agora cobre de água, acrescenta um caldo de frango se quiser, e adiciona as batatinhas picadas e o arroz cru. Cada um sabe o seu ponto né? Uns gostam da batata mais firme, outros, se desmanchando.

Acerta o sal, pimenta do reino, e joga um cheirinho verde.

Tome fumegante e aqueça o seu coração também!