Não acredito que ninguém adivinhou para que era aquele mise en placeMolho bolonhesa! ;-)

Claro que estava faltando a carne, e os tomates… mas para tds as sugestões estava faltando alguma coisa!

Bem, eu não tenho descendência italiana. Então la mia cocina italiana é mezzo mequetrefe, mezzo paraguaia. Mas eu me esforço, viu?

Eu li em algum lugar que o bolonhesa de verdade não é com carne moída. E que leva bacon, alecrim (ou mangericão) e vinho. De resto, é daquela maneira que a gente conhece! Então sempre que eu quero dar uma caprichada na carne moída, acrescento bacon e alecrim ou manjericão.

E a polenta… bem, também não é uma polenta ortodoxa!

Ragù alla bolognese

O bacon vai na panela de ferro bem quente; quando começa a dourar, ganha a companhia do alho e da cebola, bem picados. Junta-se a carne moída e o alecrim, também bem picadinho.

Quando a carne estiver bem frita e cheirosa, entram os tomates (usei 03, passados pelo mixer), para fazer o molho, e um tanto de água. Deixa cozinhar em fogo baixo, para que apure. Pimenta calabresa e sal a gosto.

Para os adeptos, pode-se incluir um caldo de carne.

Polenta Cremosa

01 xícara de polentina cozida em 02 de caldo de carne + 01 de leite. Mexer sempre, até que engrosse. No começo respinga bastante, portanto cuide para usar uma panela funda.

Serve duas pessoas.

Polenta Bolonhesa aquece o coração e dá sustância!

Ah, um vinho tinto para acompanhar, e um sofá para morrer feliz e de pança cheia depois!

polenta alla bolognese

* eu aprendi a música da ‘bela polenta’ no colégio, estão achando o quê?