Primeiro eu quero mandar um oi pra Márcia, simpática mamãe da Luiza, que sempre me apresenta alguma novidade quando vou lá! ;-)

O couscous marroquino entrou pro meu Top 5 de carboidratos – não em primeiro lugar, porque competir com batata, arroz e pasta é páreo duro!

Couscous marroquino é uma delíclia! Eu só conhecia couscous de farinha de milho, esse de sêmola é novidade pra mim! E é mais rápido que miojo! Era o que faltava na minha vida!

Não tenho certeza que foi assim que a Márcia faz, exatamente mas vai lá:

Para dois monstrinhos:

Duas xícaras de caldo de frango, em ebulição, com um fio de azeite; assim que a água ferver, desligar, deitar 02 xícaras de couscous, o suco de um limão, as raspas, umas folhas de hortelã bem picadinhas, pimenta calabresa e salsinha;  deixar os grãozinhos incharem. Assim que estiver gordinhos, regar com um tanto mais de azeite, levar ao fogo novamente, e juntar uma porcão generosa de azeitonas verdes picadas. Estão ligados que se azeitona cozinhar muito, pode amargar né?

Eu acho que combina super bem com frango!

Ah, claro que 02 xícaras de couscous para 02 pessoas é bastante, mas garanto que se sobra na hora, não dura muito tempo na geladeira!

E que venham as próximas experiências com couscous! ;-)

sandramendes

A Sandra é produtora de vídeo, faz fotonovelas mexicanas, ‘marketóloga’ e blogueira. Ela conhece várias técnicas de abordagem aos garçons para ele trazer mais a melhor cerveja, que ela aprendeu fazendo um curso com o Matita Pereira.  Ela é  mãe de dois felinos pretos lindões.  Essa semana a Sandra colabora com uma receita bacana do pai dela!

Como começou a cozinhar?

Olha, eu sempre gostei de comer bem, minha família por parte de mãe cozinha muito bem e sempre utilizam temperos nos quais a comida fica ainda mais gostosa. Meu pai gostava de cozinhar e fazia isso muito bem, minha mãe com o básico e ele com o diferente (sempre inventava algo). Algumas pessoas tem preguiça de fazer comida, como por exemplo chegar cansada em casa e comer qualquer coisa pronta ou semi pronta. Eu não tenho preguiça. Se eu estiver com fome vou para cozinha e começo a fazer algo, nem que seja um miojo, mas vai ser “aquele” miojo. Isso acontece desde que eu comecei a estudar a noite, ou seja, uns 15 anos. E sempre que faço, o cheiro adentra a casa, aí sempre alguém vem fazer companhia…

Gosta de novidades na sua cozinha?

Gosto, mas como não cozinho muito pela falta de tempo, acabo perdendo muita coisa. Acho muito legal inventar algo novo, uma comida diferente e bem temperada. Muito legal também, é descobrir um tempero novo para um prato já conhecido. As pessoas comentam que tem algo de diferente…sai da rotina…a maioria das pessoas tem paladar aguçado na minha família, e isso com certeza não passa desapercebido.

Doce ou salgado? Quais seus preferidos?

Salgado. Adoro tempero, sabor, aroma, coisas que os salgados ganham de longe. Um docinho depois agrada, mas não é impressindível.

O que não falta na sua cozinha?

Alho. Não pode faltar jamais. E uma bela colher de pau.

Suas especialidades?

Colocar cebola em alguns pratos sem que minha irmã perceba que tem cebola. Ela detesta. Eu também não como muito, mas o sabor dela é muito bom e sendo bem picada ou ralada, após o prato cozido, assado ou frito, ninguém percebe. Mas sem brincadeiras agora minhas especialidades são panquecas, feijão, risoto de frango com azeitonas verdes, batata suiça e macarrão com diferentes molhos ou alho e óleo. Hunn…que fome me deu agora…

Risoto do Celso – porção para 6 pessoas que comem bem.

Ingredientes:

  • 1 peito de frango grande sem pele
  • azeitonas verdes à gosto – escolha bem a azeitona pelo sabor
  • 6 xícaras de arroz
  • cebolinha, salsinha, sal
  • 2 tabletes de caldo de galinha

Modo de Fazer:

Coloque água até chegar a metade da panela de pressão (4kg)

Coloque 2 tabletes de caldo de galinha na água.

Leve ao fogo médio e espere o tablete derreter mexendo com a colher de pau.

Após os tabletes derreterem, coloque o peito de frango inteiro.

Deixe cozinhar com a pressão por mais ou menos 20 minutos, o peito de frango deverá estar a ponto de desfiar, caso ainda não esteja devolva ao fogo por mais alguns minutos após a pressão até ficar a ponto de desfiar.

Enquanto o frango cozinha…

Pique a cebolinha, salsinha e as azeitonas retirando o caroço e separe

Após o peito de frango cozido retire-o da água e deixe-o esfriar reservando-o. Na água que ficou na panela de pressão jogue o arroz e tempere com sal caso deseje.

Leve o arroz para cozinhar. Após o arroz estar cozido deixe-o descansar por uns dez minutos com a panela aberta.

Desfie o peito de frango com as mãos e reserve.

Após o arroz ter descansado jogue todos os temperos já picados e reservados anteriormente na panela de pressão e o peito de frango. Misture bem. Leve ao fogo novamente por alguns minutos mexendo frequentemente, cuidando para que não queime no fundo.

*Você também poderá utilizar as sobras de arroz para fazer esse risoto, apenas cuide com o sal.