Adriano Edmundo é um conhecido advogado e empresário do Alto Vale do Itajaí (SC), um bon vivant, que gosta de tomar aquele whiskynho da diretoria, uma cervejinha bem gelada ou um vinho (às vezes ele mistura tudo e sobe no telhado, mas não vem ao caso!) A distinta família do Adriano Edmundo é composta por ele (claro), sua paciente esposa Cláudia e seu filho adotivo, mas que puxou ao papai, Zé Bob.

Dr. Adriano Edmundo gosta de receber seus amigos na sua residência, que podem adentrar por aquela fina porta branca laqueada, para a área de festa, onde serão certamente bem servidos.

No último evento realizado na residência do ilustre Dr. Adriano Edmundo, seus convidados puderam degustar apetitosos camarões, aqui batizados em homenagem à tão distinto personagem:

Camarões à la Adriano Edmundo

  • 01 kg de camarões limpos (recomeda-se o camarão rosa), marinados em suco de limão, sal, pimenta do reino moída na hora, cebola de cabeça, um pedaço de pimentão e água;
  • Farinha de trigo, para empanar
  • 02 ovos batidos, com aprox. meia xícara de leite e 1,5 colher de sopa de trigo (fica parecendo uma massinha, bem molinha)
  • Farinha de rosca
  • Palitos de dente, para espetar os camarões

Modus Operandi

Os camarões vão um a um pro palito (previamente umedecidos), e passam nessa ordem: pelo trigo, pela massinha a base de ovos e pela farinha de rosca. Devem ficar bem cobertos, em cada uma das etapas.

Deve ser frito em óleo ou gordura, previamente aquecida, mas não muito quente, para não queimar por fora e ficar cru por dentro. Usamos um fogareiro com um disco que lembra uma wok, que pode-se puxar os camarões pro ladinho, a fim de ficarem bem sequinhos.

Rende aproximadamente 06 dúzias

Sirva bem quentinho, acompanhado de um limãozinho!

PS: Dr. Adriano Edmundo não é o autor da receita. Mas é que ele gosta muito, então, nossa homenagem a ele, que faz parte da Diretoria!

Fotos Cristiano Moreira, JC Fotografia

crédito fotos: Cristiano Moreira, JC Fotografia

Anúncios

Tathi

A Tathi é o exponente pexerês da família: na casa dela o tomate réve água. Sem dúvida a mais animada dos Gonçalvinhos, e apesar de alguns  membros da familia acharem q ela não tem pedigree, ela estuda bem a cartilha pra não fazer feio na casa da Tata!
(Há rumores que ela seja lá do Dengo-Dengo*, mas isso nunca foi confirmado).
Mas não pensem que a Tathi só fica de bobiça: ela é muito caprichosa e prendada! Ela faz o bolinho (não tem, o bolinho?) e o pudim iguais aos da Vó!
Tu tax tolo se não provar a torta de camarão dela, nêgo!
* lá onde tem carrrne de largarto na tauba, não tem?

Como começou a cozinhar?

Comecei a cozinhar na marra, quando casei.
No início não foi fácil a vida na cozinha, pois sai da casa da mamãe sem saber fazer nada. Sabia somente fazer miojo e batata frita (rsrsrsrsrsrsrsrs).
As primeiras vezes que cozinhei macarrão, nossa, não sabia que precisava escorrer toda água e depois colocar um pouco de margarina…………dai ficava um grude só. Lembro a cara do meu marido quando eu colocava o macarrão na mesa.
Ao longo dos anos fui aprendendo a cozinhar de tudo um pouco, mas falta aprender muita coisa ainda.

Gosta de novidades na sua cozinha?

Amooo programas de culinária e sites também, inovar na cozinha é sempre bom!
De ingredientes uso o básico e quanto a utensílios domésticos se tivesse uma cozinha grande, nossaaaaaa o shoptime seria pouco pra mim!

Doce ou salgado? Quais seus preferidos?

Adoro tanto doce quanto salgado.

Doce: pudim de leite condensado, pudim de sorvete, nega maluca com uma boa cobertura e um bom recheio e a torta de bolacha da minha mãe.

Salgado: bife, arroz, batata frita e farofa.

O que não falta na sua cozinha?

Batata inglesa, cebola, shoyo, vinagre, sal e limão.

Suas especialidades?

Pudim de leite condensado e Torta de Camarão.
São os pratos mais requisitados pela família e amigos, amo fazer esses dois.

Segue a minha receita….

Minha receita:

Torta de Camarão

01 kg de camarão pequeno ou médio (a gosto)
01 lata de milho verde
01 lata de creme de leite
01 copo de requeijão
Molho branco
Mussarela
Batata palha

Molho Camarão:
Fazer um bom refogado com cebola, tomate, deixar o molho bem grosso, temperar a gosto.
Acrescentar o camarão e deixar cozinhar. Cuidado para o camarão não virar chiclete, o cozimento dele é rápido.

Molho branco / creme de leite / lata de milho verde:
Fazer um molho branco, após pronto acrescentar a lata de creme de leite e a lata de milho verde, misturar tudo, reservar.

Montagem da Torta:

Num refratário (receita para o refratário oval grande) untar o fundo com o requeijão, acrescentar o molho de camarão, em seguida o molho branco (já misturado com o creme de leite e milho verde), cobrir com mussarela e levar ao forno para gratinar.
Após retirar do forno, acrescentar a batata palha e saboreá-la com uma cerveja geladinha!