Qdo eu cortei a massa da pizza (veja post abaixo), fiquei com bastante ‘retalho’. Enquanto a massa da pizza, dá a primeira pré-assada, abra esses retalhos O MAIS FINO POSSIVEL, transparente, virando papel e coloque em assadeiras.

Dessa vez, fatiei alho, fino pero no mucho, na mão mesmo, joguei sobre a massa, uma pitada de sal, pimenta do reino moída na hora e um pouquinho de azeite. Teria ficado melhor se eu tivesse ralado o alho, misturado com azeite e pincelado, mas eu estava meio rústica, vamos dizer assim.

Enquanto prepara a cobertura da pizza, asse as crostatas, em 200 g, por cerca de 07 minutos. Fique de olho porque é jogo rápido. A essa altura, o cheiro na casa vai estar OTIMO!!

Sirva a crostata como aperitivo antes da pizza. Aqui, nunca sobra pra contar história!

crostata de alho

Em dias de festa, nada impede de fazer uma receita inteira de crostata, mas nesse caso eu recomendo que se tenha um ajudante que coloque a cobertura e fique de olho no forno.

Anúncios

Desde que consegui fazer uma massa de pizza decente, não sou mais escrava das massas de supermercado.E agora, minha massa está BEM melhor do que qulquer uma que venha em pacotinho, especialmente aquelas que estão mais para pão do que para pizza.

E finalmente, a massa é fácil e não dá muita sujeira. O tempo de manuseio também não é muito, só que ela precisa descansar durante uma hora.

A prática definitivamente leva à perfeição! Ontem fiz a massa rápido, sujei pouquíssima coisa, a massa cresceu super bem, abri fácil e ainda fiquei com duas formas de crostata de brinde! ;-)

Vamos aos fatos:

* Rende 01 pizza de 36 cm e retalhos que virarão crostata.

  • 1/2 xícara de água morna – leite também funciona
  • 1/2 colher de chá de açúcar – usei mascavo
  • 10 g (um pacotinho) de fermento biológico
  • 01 colher de sopa de azeite
  • 1.5 xícara de farinha de  trigo comum
  • 01 xícara de farinha de semolina
  • 01 colher de chá de sal

Dissolva o açúcar na água morna – o ponto da água é mais para fria do que para quente, para não matar o fermento. Despeja o fermento por cima e deixe quietinho por uns 10 minutos.

Peneire os ingredientes secos, junte o azeite, e o fermento quando já tiver espumado. Aqui não tem nada de fazer um morrinho de trigo na bancada, abrir furaco no meio, aquela lambança. Eu faço dentro de uma tigela, e começo a misturar com um garfo. Só quando a massa já está com jeito de massa é que sovo com as mãos.

Essa é a melhor parte. Sove com vontade por uns 10 minutos.

Depois, a mesma tigela, jogue um fiozinho de azeite, role a massa ali (para que ela não resseque), cubra com um pano de prato úmido e deixe descansar em lugar aquecido por uma hora. Eu guardo dentro do forno (desligado).

Após uma hora, ligue o forno, vá esquentando, enquanto dá mais uma sovadinha e abre a massa, em uma superfície lisa e enfarinhada. Eu faço uma bola, vou abrindo com a palma da mão já tentando deixar redonda.  Continue com o rolo de macarrão, enfarinhado. Essa massa é bem fácil de trabalhar.  Abra até a espessura que desejar.

Coloque a massa na forma e leve ao forno por uns 10 minutos em 200 graus. Eu deixo até ficar quase sequinha.

Depois, cubra com o molho, queijo e o que for da sua preferência, e leve ao forno novamente só para esquentar os ingredientes e derreter o queijo. Dessa vez, nós fomos de atum e cebola.

Parece difícil, mas não é.!E não se esqueça da crostata! (a seguir!)

pizza!

Um monte de crostata!!

Eu usei a mesma receita passada, desta vez substituindo a farinha de trigo integral por semolina.

Está certamente mais próxima da massa perfeita! Aliás, não sei se dá pra ficar melhor do que isso não!

  • Metade da crostata  foi comida ainda quente, pelando, entre uma fornada e outra
  • Ah, se eu tivesse um forno a lenha ou uma pedra para assar pizza! Ninguém me segurava!

crostata

Já falei que essa massinha e a cerveja foram feitos um para o outro? ;-)

Pizza é coisa de dia de festa, pra todo dia, pra comer com os amigos, ou pra comer fria de manhã!

Já faz um tempo (anos) que eu estou em busca da massa de pizza perfeita. Já tentei a receita da máquina de pão, que só deu meleca na minha cozinha. A do Jamie Oliver, que achei muito dura. Uma que eu “inventei”, somente com trigo e água, que não ficou horrorosa, mas também não ficou boa. Então eu vivia recorrendo `as massas de pizza prontas do mercado.

Olhando este blog aqui, encontrei uma receita de massa, que adaptei livremente a água para o leite, e todas as quantidades. A massa é bem gostosa, mas ainda não é a minha massa perfeita.

Massa

  • 1/2 xícara de leite morno
  • 1/2 colher de chá de açucar
  • 10 g (um pacotinho) de fermento biológico
  • 01 colher de sobremesa de azeite
  • 01 xícara de farinha de trigo comum
  • 01 xícara de farinha de trigo integral
  • 01 colher de chá de sal.
  • Dissolva o açucar (usei cristal) no leite, e junte o fermento. Não precisa mexer, mas deixe descansar por uns 10 minutinhos.
  • Peneire os ingredientes secos em uma tigela, junte o azeite e a mistura com de leite com fermento. Aqui eu começo a misturar com o garfo. Depois de ficar bem esfarelenta, meto a mão na massa! Amasse com vontade por uns bons 10, 15 minutos.
  • Deixe descansar em um lugar aquecido, coberto com um pano de louça úmido por cerca de 01 hora. Lugar aquecido é somente um lugar que não é frio e com corrente de vento, ok? Em dias muitos frios, vale deixar descansar dentro do forno, desligado.
  • Sove mais um pouquinho e abra a massa com rolo, em uma superfície levemente enfarinhada. Eu abri o mais fino que achei plausível para uma pizza.
  • Com o molho já pronto e devidamente cozido (ou não), regue a pizza e asse por cerca de 10-15 minutos.
  • Depois cubra com o queijo, e nesse caso a calabresa, e asse até ficar dourado. Claro, cubra com o que for da tua preferência, mais um fiozinho de azeite e um tanto de pimenta calabresa.

A massa é fácil de fazer e não requer muita prática. Claro que tem que descansar por uma hora, mas nesse meio tempo, dá pra fazer outras coisas.

pizza

Considerações: o que se faz com as aparas da massa? Aha!! Abra beeem fininho e pincele com uma mistura de azeite, limão & pimenta e sal. Sabe aquela casquinha que é servida como aperitivo na pizzaria? ;) (Xaaaime!!)

Na próxima vez eu vou fazer somente com trigo comum, pra ver no que dá. Acho que vai ficar mais leve. Também planejo fazer uma receita só de casquinha, para comer com beringela alho & oléo ou baba ganoush, ou pura mesmo!

casquinhaEssa casquinha é ótima! Dá pra comer uma receita inteira! Perfeito pra acompanhar uma cervejinha ou uma taça de vinho!