Adriano Edmundo é um conhecido advogado e empresário do Alto Vale do Itajaí (SC), um bon vivant, que gosta de tomar aquele whiskynho da diretoria, uma cervejinha bem gelada ou um vinho (às vezes ele mistura tudo e sobe no telhado, mas não vem ao caso!) A distinta família do Adriano Edmundo é composta por ele (claro), sua paciente esposa Cláudia e seu filho adotivo, mas que puxou ao papai, Zé Bob.

Dr. Adriano Edmundo gosta de receber seus amigos na sua residência, que podem adentrar por aquela fina porta branca laqueada, para a área de festa, onde serão certamente bem servidos.

No último evento realizado na residência do ilustre Dr. Adriano Edmundo, seus convidados puderam degustar apetitosos camarões, aqui batizados em homenagem à tão distinto personagem:

Camarões à la Adriano Edmundo

  • 01 kg de camarões limpos (recomeda-se o camarão rosa), marinados em suco de limão, sal, pimenta do reino moída na hora, cebola de cabeça, um pedaço de pimentão e água;
  • Farinha de trigo, para empanar
  • 02 ovos batidos, com aprox. meia xícara de leite e 1,5 colher de sopa de trigo (fica parecendo uma massinha, bem molinha)
  • Farinha de rosca
  • Palitos de dente, para espetar os camarões

Modus Operandi

Os camarões vão um a um pro palito (previamente umedecidos), e passam nessa ordem: pelo trigo, pela massinha a base de ovos e pela farinha de rosca. Devem ficar bem cobertos, em cada uma das etapas.

Deve ser frito em óleo ou gordura, previamente aquecida, mas não muito quente, para não queimar por fora e ficar cru por dentro. Usamos um fogareiro com um disco que lembra uma wok, que pode-se puxar os camarões pro ladinho, a fim de ficarem bem sequinhos.

Rende aproximadamente 06 dúzias

Sirva bem quentinho, acompanhado de um limãozinho!

PS: Dr. Adriano Edmundo não é o autor da receita. Mas é que ele gosta muito, então, nossa homenagem a ele, que faz parte da Diretoria!

Fotos Cristiano Moreira, JC Fotografia

crédito fotos: Cristiano Moreira, JC Fotografia

Anúncios

Este tempero é uma mão na roda! Fica prontinho na geladeira, só esperando para ser usado.  Preciso dar todos os créditos e agradecer à quem me mostrou, a Kris do Cozinhando para Relexar.

Aliás, conhecimento serve para ser partilhado. E uma vez compratilhado, também deve ser creditado.

Obvio que eu não segui a receita como deveria, até porque a Kris fala em 01 kg de sal e o meu mixer é pequeno. Eu mudei tudo, acrescentei pimenta calabresa, usei azeite de oliva em vez de óleo, não sei a quantidade de sal que usei…

Para boa ordem, transcrevo tim tim por tim tim, a receita da Kris (dura um mês na geladeira:

  • 1 kg de sal
  • 1/2 maço de cheiro verde lavado e bem seco
  • 1 cebola média, em 4 partes
  • 15 dentes grandes de alho
  • 1 xícara, das de café, de óleo

Eu processei tudo no mixer, mais a pimenta, e estou usando o tempero aos poucos. Já usei no arroz, em sopa, no frango à milanesa… ainda vou usar no churrasco, etc etc.

Recomendo!

tempero caseiro